person_outline



search

NÃOS

Ouço os nãos do domingo ensolarado

de dentro das paredes do meu quarto.

Aqui não tem mar. Ou paz. Ou cachaça.

Há somente o silêncio de uma palavra


escorregadia entre os rodapés de miasmas

que circundam a penumbra deste quadrado.

Ouço os nãos agudos da televisão desligada

e do rádio calado sem a pilha que lhe dá a fala.


Tem vez que sou feito de uma autoengrenagem

que, num solavanco irritado, destrói as carnes

e avança sobre os órgãos sem dó nem piedade

— esta morte não é mais o que mais me ameaça.


Apenas o que falta é caminhar para o outro lado,

só e farto — de dentro das paredes do meu quarto.

Pin It
Atualizado em: Qua 16 Out 2019

Deixe seu comentário
É preciso estar "logado".

Curtir no Facebook

Autores.com.br
Curitiba - PR
Fone: (41) 3342-5554
WhatsApp whatsapp (41) 99115-5222