person_outline



search

DEMO.LIÇÃO

Tijolo para construir poema
atadura para mortalha;
um minuto de silêncio 
para a metáfora distraída.

*

Segue o barco, sonho à pino.
Minha mão tapa furo na rede.

*

Homens e plantas bebem sol,
pelos poros folhas pele, raízes aéreas.

*

fotossíntese democrata,
'stou na gravidade zero.
Pin It
Atualizado em: Dom 7 Abr 2019

Deixe seu comentário
É preciso estar "logado".

Curtir no Facebook

Autores.com.br
Curitiba - PR

webmaster@number1.com.br

whatsapp  WhatsApp  (41) 99115-5222