person_outline



search

(De)pressão.

Eu via pessoas correndo num jardim.
Todos os dias, vinham pessoas diferentes para correr num jardim.
Eu nunca pude ir nesse jardim.

Dentro, um vazio.
Um branco.
Tudo é branco.
Nada é branco.
Isso é só algo que eu criei pra imaginar que houvesse algo ali.

Os pássaros cantaram.
As mais belas flores desabrocharam.
E, em dias como esse;
Crianças devem brincar num jardim.

Mas eu não podia ir no jardim.
O jardim não podia vir até mim.
Eu destruiria o jardim se fosse possível.

Na verdade, ninguém liga pra esse jardim estúpido.
Ninguém liga para as malditas crianças que correm no jardim.
Ninguém precisava se importar.

Eu vivia no vazio.
Eu amo o vazio.
O vazio é um lugar só meu.
Ninguém mais pode entrar no meu vazio.

Mas, sinceramente, as pessoas odeiam meu vazio.
Elas odeiam com todas as suas forças.
Existem algumas pessoas que me levam à outras pessoas que me dizem pra eu deixar meu vazio de lado.

Mas eu só queria brincar no jardim.
Eles não me deixam ir no jardim.
Eles não me deixam no meu vazio.
Eles não me deixam em lugar nenhum.


Me deixem em paz.
fShare
0
Pin It
Atualizado em: Qua 27 Fev 2019
  • Nenhum comentário encontrado

Curtir no Facebook

Autores.com.br
Curitiba - PR
Fone: (41) 3342-5554
WhatsApp whatsapp (41) 99115-5222