person_outline



search
  • Poesias
  • Postado em

Um amor de um falso colibri

Tal ave troquilidea rutilante
Carrega consigo o dom
O domínio enfeitiçante
De levar à beleza em perfeito Tom

Transmite algo além
Tua presença trás sorte
Mostra me uma verdade que retém
Apontando para mim um norte

Teu beijo não é por amor
Teu amor não é pela flor
A flor não tem calor
Mas a beija para findar sua dor

Dor que não vem de sentimento
Que provém de necessidade
Necessidade de alimento
Que produz sua força e saciedade

Ciclo este duradouro
Multiplicando seu mundo de flores
Sobre a luz do astro de ouro
Voando entre aromas e cores

A verdade descarada a risca
É tua relação
Colibri e flor à vista
De uma simples troca sem emoção

Ao ver seu vôo
Refleti nesse negócio
Ao passo que me corrou
Me ensine a ser seu sócio

Ensina me à voar
E ver outros amores
Deixando este jasmim passar
E fazer o bem a outras flores

Ensina me à não se apegar
Pela flor beijada
Se eu o jasmim provar
Outra não será achada

Do jeito que o colibri
Não enamora a flor
Tento cobri
Este falso amor

Eu colibri
Meu amor jasmim
Errei ao me abri
Pra alguém que não é pra mim

Anjo da flora
Seja meu anjo da guarda
Cuide da minha jasmim agora
Enquanto vôo aonde meu coração não arda !
Pin It
Atualizado em: Qui 7 Fev 2019
  • Nenhum comentário encontrado

Curtir no Facebook

Autores.com.br
Curitiba - PR
Fone: (41) 3342-5554
WhatsApp whatsapp (41) 99115-5222