person_outline



search
  • Poesias
  • Postado em

Nova vida

Eu que sempre cresci na multidão,
No barulho extremo,
Tentei viver no mundo dele.
Eu quis fazer parte do silencio da cidade do interior,
Com a igreja em frente à praça anunciando com o seu sino a missa de domingo.
Eu busquei me entregar naquela rotina.
Eu estava tão disposta.
Ele me achou demais para aquilo.
Não acreditou que pudéssemos conhecer e viver o mundo do outro.
Dizemos adeus ao amor, e então eu parti.
Voltei para a multidão e o barulho extremo.
Pin It
Atualizado em: Qui 24 Jan 2019
  • Nenhum comentário encontrado

Curtir no Facebook

Autores.com.br
Curitiba - PR
Fone: (41) 3342-5554
WhatsApp whatsapp (41) 99115-5222