person_outline



search
  • Poesias
  • Postado em

Não se levanta a mão

Eu ouvi as vozes ficarem cada vez mais altas.
Eu ouvi os gritos.
Eu ouvi!
Ninguém mais pareceu ouvir.
Ninguém apareceu.
Taparam os ouvidos, talvez.
Se fizeram de surdos.
Eu não sei.
Eu assisti tudo de camarote.
Sem ter nada que pudesse fazer.
Eu vi a vida andar na corda bamba.
Eu quis fazer a corda virar chão.
Eu disse.
Te avisei.
Não volte.
Não me ouviu.
Eu escutei o barulho.
Eu vi o peito parar de bater.

#porquetododiaédiadedizernãoaviolência
fShare
0
Pin It
Atualizado em: Qui 13 Set 2018
  • Nenhum comentário encontrado

Curtir no Facebook

Autores.com.br
Curitiba - PR
Fone: (41) 3342-5554
WhatsApp whatsapp (41) 99115-5222