person_outline



search

Amigo Estresse

Olá, vossa majestade!
Não chegaste muito cedo?
Não irá embora tão tarde?
Tuas visitas, outrora,
trouxeram caos.
Porém elas são o que sou
verdadeiramente.
Sempre quando tu vem,
conheço-me gradualmente.
Minhas artérias entram em euforia,
a respiração fica ofegante.
Se tu és uma característica marcante,
não podia ser de alegria?
Queria que meu coração pulsasse
somente por nostalgia,
não taquicardia.
Estou desenvolvendo arritmia?
E essas doenças um dia me mataria?
Tu vens em tempestade,
mudando o azul de cor.
Vou em silêncio, tentando trocar
o ódio por amor.
Tu és amigo, ou inimigo?
Queres brincar, ou acabar comigo?
Tua cor e teus olhos, teu jeito
sei de có.
Se gosta de mim, não me faça
destruir tudo ao redor.
Preocupante, eu diria...
Queria expulsá-lo, mas tu vem
escondido dia após dia.
Pela manhã, tarde, noite
ou pela madru.
Afinal, quem és tu, querido amigo?
Quem és tu?
Te chamam de "Pecado da Ira"
e "Mandamento do Amor".
Se tem mais personalidades,
sejam bem vindas, por favor!
Transforma-as em peças de xadrez...
Mas não me abrasse hoje,
só por uma vez!
Quero tranquilidade, a calmaria.
Sem almejar algo para arremessar,
ou a ira despertar.
Amigo estresse, por um dia,
não vem me visitar!
Pin It
Atualizado em: Seg 20 Ago 2018

Deixe seu comentário
É preciso estar "logado".

Curtir no Facebook

Autores.com.br
Curitiba - PR

webmaster@number1.com.br

whatsapp  WhatsApp  (41) 99115-5222