person_outline



search

Ausência e Devaneio

Sem objetivo ou motivo
A bebida vai acabando
O cigarro vai queimando
Infinitamente
Em um ciclo, vicioso.

Como esse nossos desejo
Um pelo outro
Eufórico e ansioso
Na sua ausência, o meu desejo.
Na sua presença, o meu anseio.
Amo-te e te odeio

Na primeira estrofe, nos primeiros versos.
É onde me encontro
Nesse mundo vazio
Cheios de devaneios
Pin It
Atualizado em: Sex 23 Mar 2018

Deixe seu comentário
É preciso estar "logado".

Curtir no Facebook

Autores.com.br
Curitiba - PR

webmaster@number1.com.br

whatsapp  WhatsApp  (41) 99115-5222