person_outline



search

Meu Lago gelado

Onde mergulho 
Nas noites de
Solidão e me
Sinto o
Coração morno a
Pulsar
Delicadamente.
Adeus às dores de
Dentes.
Silêncio, e silencio. E as
Gotas que me caem
Lentamente no
Arco-íris dos
Olhos.
Meu Lago gelado,
Onde aperto as
Pernas, afasto as
Penas e respiro
Aliviada.
Deixou-me ser
Quem sou,
Debruçou-se sobre meu
Corpo, na forma do
Amor perfeito.
Somente para 
Mim.
Pin It
Atualizado em: Dom 21 Jan 2018

Deixe seu comentário
É preciso estar "logado".

Curtir no Facebook

Autores.com.br
Curitiba - PR
Fone: (41) 3342-5554
WhatsApp whatsapp (41) 99115-5222