person_outline



search

Pequenos amores de um poeta

Natalia corpo e alma,
Natalia segura e calma,
Natalia ria, Natalia chorava.
Natalia que era mulher,
Natalia que assim amava,
Natalia que decidia, e assim odiava.
Natalia apenas ela,
apenas bela,
apenas amor e vê-la,
nada de vassoura e panela,
em suas mãos a vida dela,
Não Amélia, Não Maria, Não Helena,
Natalia, Natalia era
Pin It
Atualizado em: Qui 31 Ago 2017

Deixe seu comentário
É preciso estar "logado".

Curtir no Facebook

Autores.com.br
Curitiba - PR

webmaster@number1.com.br

whatsapp  WhatsApp  (41) 99115-5222