person_outline



search

A MULHER E O DRAGÃO NO APOCALIPSE

Viu-se grande sinal no céu, na cabeça, depois do triunfo do desenvolvimento das faculdades do espírito,

A saber, uma mulher vestida de sol, o fogo na base da espinha dorsal, a sarça ardente, ou o fogo serpentino,

A mulher é o fogo divino do sexo ou o Espírito Santo que ascende ao Pai no alto da cabeça e expande a luz

Com a lua debaixo dos pés, a coroa de doze estrelas na cabeça é o brilho de luz do fogo eterno e divino.



E estando grávida da energia e poder, clamava com dores de parto, para a manifestação da luz, o Cristo,

E sofria tormento para dar a luz, porque a energia sexual é à base da vida física, que significa a criação,

  A dor surge porque a carne luta contra o espírito, a luz, o Cristo, o filho de Deus que está para nascer,

  A sarça ardente, o fogo da mãe une-se a luz do Pai no alto da cabeça e expande a eterna Chama no coração.



Viu-se outro sinal no céu, e eis um dragão, grande e vermelho, o desejo da mente carnal no baixo ventre,

Com sete cabeças e dez chifres, os cinco poderes da mente carnal e os cinco sentidos para a luz devorar,

E nas cabeças que são os vícios da carne e sete diademas de onde surge toda violação do sagrado

Quer impedir o nascimento do filho, o Cristo, a vida eterna no coração, absorve a luz para não se manifestar. 



Como a cauda do dragão, o falso poder do inimigo oculto, da mente carnal, quer devorar a luz do Cristo?

O dragão ou desejo inferior da carne arrasta a terça parte das estrelas no céu, apossa-se do pensamento,

E lança para a terra ou desejos da carne e se detém em frente a mulher que está para dar a luz

Quer impedir a mulher, o fogo divino subir ao Pai e expandir a luz do Cristo e seu desenvolvimento.



Por que o dragão, o desejo carnal e emocional quer impedir a mulher de expandir a luz do Cristo?

O desejo da mente carnal no baixo ventre é o instrumento do inimigo oculto, com a paixão e emoção,

Com este instrumento quer impedir a manifestação da luz do Cristo no coração, a religação espiritual,

Porque o fogo divino, a energia sexual subindo ao alto da cabeça, ocorre a unidade com o Pai, a divinização.



A batalha no céu, na cabeça, é do desejo carnal, contra a vontade de Deus EU SOU o Cristo no coração,

Miguel, a consciência divina, despertada pelo fogo sagrado e seus anjos é o pensamento puro e consciente,

A batalha é do dragão contra a luz, o desejo carnal iludido pelos apetites sexuais, e pensamentos inferiores,

A consciência divina transmuta a mente carnal e anticrística e suas baixas paixões e vícios do baixo ventre.



A luz continua na sua expansão para o fortalecimento do Filho varão

O desejo carnal inferior trata de elevar ao céu, na cabeça, os pensamentos inferiores para devorar a luz,

A mente carnal é vencida na luta e começa a castigar o conquistador, o Cristo, levantando ódio contra ele,

Porém o grande dragão, o desejo carnal e a serpente, o inimigo secreto é transmutado no mundo da luz.



Ouvi uma grande voz no céu, da mente superior que dizia: agora veio a salvação, a virtude e o reino de Deus,

O poder é do Cristo e o acusador foi transmutado no céu, na cabeça, porque devorava a luz na luta externa,

A salvação pertence ao Cristo porque com o corpo espiritual ou o fogo Criador, e a palavra, o verbo é luz,

Transmuta o corpo psíquico, o corpo de desejos, em amor, o estado do espírito, o Cristo, a vida eterna.



Nasceu o filho varão, o Cristo no coração, o que regerá todas as nações, com a lei do amor,

E o filho foi arrebatado por Deus, a luz, o Cristo, sobe até o alto da cabeça e senta-se a direita do Pai,

A mulher, o fogo divino, foge para o deserto, a luz se retirou para o plano interior sem paixão e anseio,

Onde Deus lhe havia preparado o lugar, para que ali se mantenha e transforme em luz, tudo que atrai. 



Para o lugar preparado por Deus que é o deserto onde não há tentação, a mulher, o fogo serpentino fugiu,

Há a expansão da luz, durante mil duzentos e sessenta dias, o tempo que o filho tem nascido e se fortalecido,

É o período que o fogo do Espírito Santo, ascende pelo cordão central, na coluna dorsal, até o alto da cabeça,

O filho assenta com o Pai na arca da aliança, na cabeça é o fim do mistério divino mais elevado e conhecido.
Pin It
Atualizado em: Dom 30 Out 2016

Deixe seu comentário
É preciso estar "logado".

Curtir no Facebook

Autores.com.br
Curitiba - PR

webmaster@number1.com.br

whatsapp  WhatsApp  (41) 99115-5222