person_outline



search

Recomeçar

Lá vai o garoto cruzando a estrada com a sacola

Nas mãos e o boné virado, pensando na vida

E fazendo planos deixando para traz, a vida cigana.

E sozinho ele pensa falando baixinho—Meu Deus

Me ajude não me deixe sozinho... A noite chegou

E o sono bateu,  na beira da estrada ele adormeceu,

Ao raiar do dia ele ainda dormia mas foi acordado por

Alguém que dizia, de onde tu vens, e pra onde tu vais

Onde tu moras, e quem são teus pais ? E com lágrimas

nos olhos o garoto exclamou, não tenho morada

Minha mãe me abandonou ! E aquele casal que estavam

Ali parados ficaram em silêncio na beira da estrada, Pensaram

Pensaram, e depois perguntaram, garoto, quer vir com a gente?

E o garoto aceitou. E com um vasto sorriso  ele perguntou,

Vou ter uma casa ? um lugar pra brincar, posso jogar bola

E também estudar ? E o moço sorrindo lhe respondeu—Sim,

Terás uma casa e também poderá brincar, amanhã irei ao colégio

Para te matricular, o  tempo passará e você irá crescer, terás que ser

Alguém na vida, ninguém nasceu para sofrer, o saber não ocupa lugar,

Nesta vida é preciso lutar, se você quiser vencer!

Pin It
Atualizado em: Sáb 4 Jul 2015

Comentários  

#4 PauloJose 24-05-2014 16:36
MUITO COMOVENTE,
PARABÉNS.
FAVORITEI.
#3 PauloJose 16-03-2014 05:28
PARABÉNS SINCERO!
APLAUSOS DE PÉ.
#2 tania_martins 09-03-2014 10:22
Parabéns!
Abraços;
#1 CHARIETH 08-03-2014 11:38
A poesia é isso, conscientização social e beleza, mesmo onde não se consegue ver beleza.
Parabéns escritor.

Deixe seu comentário
É preciso estar "logado".

Curtir no Facebook

Autores.com.br
Curitiba - PR

webmaster@number1.com.br

whatsapp  WhatsApp  (41) 99115-5222