person_outline



search

GARRAFA PET

Mãos dadas como dois versos

Eles andavam em silencio

Na praia de Pitimbú.

 

O sol acordou salgado

Porque adormece nas águas,

Mas toda manhã se veste

E volta a andar no céu.

 

As ondas trouxeram à praia

Uma garrafa pet,

Dentro dela uma mensagem

Da mulher a outro homem.

 

Parou, pegou a garrafa,

Leu a mensagem de amor,

Beijou os lábios da moça

E falou terno aos seus olhos:

- Quem joga seus sentimentos

No mar em uma garrafa

Na esperança que um dia

Cheguem ao ex-namorado,

Tem amor para me amar

Quando andamos de mãos dadas,

Quando o sol dorme no mar.

Pin It
Atualizado em: Sáb 10 Ago 2013

Deixe seu comentário
É preciso estar "logado".

Curtir no Facebook

Autores.com.br
Curitiba - PR

webmaster@number1.com.br

whatsapp  WhatsApp  (41) 99115-5222