person_outline



search

SAUDADE DE MIM

Saudade de mim

Ha  quanto tempo eu me perdi

No doce silêncio do meus dias

Das escuridão dessas noites

Que longas nao passam

E insistem em me afirmar

Que a ilusão do destino

Comigo está a brincar

Ha quanto tempo eu me engano

Fingindo que não percebo

Que no silencio dos teus lábios

Encontra-se o pior veneno

Perco-me em saudades

De um tempo em que eras tão meu

Um tempo em que os olhos falavam

As palavras nao eram nescessarias

E a tristeza de um era também a tristeza do outro

Saudade de mim

Que ria a toa

Saudade de ti

Que me fazia sorrir

Saudade, infinita saudade 

De mim.

Pin It
Atualizado em: Qui 10 Jan 2013

Comentários  

#5 PauloJose 12-12-2013 23:35
linda parabéns.
#4 PauloJose 23-02-2013 20:38
NOS ENCONTRAMOS E NÃO NOS PERDEMOS!!!
AINDA IREI ENTRAR CONTIGO NA IGREJA.
DE ALVORADA RECEBER A BÊNÇÃO DAS ALIANÇAS,
E IR NO CHOPING TOMAR UM VINHO QUANDO CONVERSÁVAMOS.
#3 PauloJose 23-02-2013 20:04
no silêncio dos seus lábios encontra-se o melhor veneno
que mata rápido e não devagar.
abraços
paulo josé :zzz
#2 PauloJose 03-02-2013 22:23
parabéns estrelei
abraços.
#1 PauloJose 29-01-2013 19:29
saudade, infinita saudade de mim
parabéns
abraços.

Deixe seu comentário
É preciso estar "logado".

Curtir no Facebook

Autores.com.br
Curitiba - PR

webmaster@number1.com.br

whatsapp  WhatsApp  (41) 99115-5222