person_outline



search

O sopro do vento

O sopro do vento


Envolvido nas teias da paixão

Não prestei atenção no amor

Bem na frente do meu nariz

Ali estava ele para me fazer feliz.
Acordo agora de um sono profundo

Lembro-me do seu olhar de compreensão

Das atitudes confortantes

Da liberdade que me desse sem reclamar...
Neste mar de tantos pensamentos

Navego com a certeza do teu amor

As velas que impulsionam são as lembranças

O infinito oceano o amor que eu perdi.
Dói na alma sentir a felicidade que desprezei

Deixando os prazeres de a carne seduzirem a vontade

Já não resta mais nada do passado

Apenas seu amor no coração plantado.

Pin It
Atualizado em: Qui 12 Abr 2012

Deixe seu comentário
É preciso estar "logado".

Curtir no Facebook

Autores.com.br
Curitiba - PR

webmaster@number1.com.br

whatsapp  WhatsApp  (41) 99115-5222