person_outline



search

No repicar da fé

Ao clamar por ele

O silencio sempre responde

Mas, crês que seu grito faz eco

E assim segues sego

Todas as coisas acontecendo

No rosto rios de lagrimas

Na consciência a fé

Multidões, caravanas ao encontro

Vozes, milhões seguem a cruz

Espíritos em devoção

Comoção!

Lá está ele em todas as boas ações.

Há Quanta ilusão!

Templos cheios de alegorias

Quanta hipocrisia

Enchendo os cofres com o ouro dos tolos

Lá de cima se o mundo parasse

Uma gargalhada sem disfarce

Seria o hino do milagre

Os crentes em euforia bem-diziam

Os que fazem o credo os sinos badalavam

Abafando a risada em repicadas

Escondendo nas batinas e nas gravatas

As cartas para as próximas jogadas.

Pin It
Atualizado em: Qua 30 Nov 2011

Deixe seu comentário
É preciso estar "logado".

Curtir no Facebook

Autores.com.br
Curitiba - PR

webmaster@number1.com.br

whatsapp  WhatsApp  (41) 99115-5222