person_outline



search

ÁSPERA FUNÇAO

Compondo trabalho

E horas vão sem que eu perceba um segundo,

O lápis carregando o mundo.

A caneca nunca cheia,

À noite, a bela noiva,

E essa estranha tarefa

De edificar palavras.

Gasta-me  muita força,

Exausto fico,

Suplico!

Misterioso trabalho:

Regras, letras, sujeitos, pronomes,

Passado, presente, futuro,

Verbos, concordâncias

E até numerais!

Quase me demito!

Áspera função

Querer exatidão

No trabalho

Ilusão.


Pin It
Atualizado em: Seg 18 Abr 2011

Comentários  

#2 PauloJose 30-04-2012 22:38
de edificar palavras!
parabéns estrelei.
+1 #1 AJO 29-04-2011 10:21
Poesia, presságio, função ou vontade incontrolável, ofíico de busca... inspiração ou necessidade. Vem, qualquer que seja o nome, ela vem. Sei exatamente do que falas. Lindo poema, 10 estrelas
Grande Abraço
AJO

Deixe seu comentário
É preciso estar "logado".

Curtir no Facebook

Autores.com.br
Curitiba - PR

webmaster@number1.com.br

whatsapp  WhatsApp  (41) 99115-5222