person_outline



search

CADÁVERES EM TRÂNSITO

( Ao cerco de Leningrado )

Aquela gélida sinfonia ecoará ainda por muitos séculos.

Cada nota musical foi um corpo exaurido que desabou na neve;

não continha mais energia, sucumbia a um cerco que parecia breve.

E os parentes que os arrastaram ao cemitério,

lá mesmo desencarnaram incrédulos !

 

O pão feito da serragem e a sopa da cola

alimentavam o sub produto da bestialidade de Hitler,

que os encurralou sem mantimentos, pulôveres ou “Teacher’s”.

Assim mesmo mantiveram as fábricas, as roelas e a própria degola.

 

 A avó, famélica e perturbada pela falta de nutrientes,

tentava morder a neta enquanto a mãe não estava;

a última, desesperada, só saía se fosse com a filha na intempérie alva,

ciente de que fugia da pior degradação imposta aos irmãos sobreviventes.

 

 Deus do céu ! Esses russos ateus, isolados na imensidão infinita,

tocaram a música e o maestro recebeu raríssimas flores.

No aconchegante teatro aplausos, lá fora cadáveres e dores.

O horror foi superado por heróicos músicos numa guerra maldita.

Pin It
Atualizado em: Dom 26 Set 2010

Comentários  

#23 ANTENA 30-05-2011 10:52
E é Obscuro, um conto verídico, aconteceu durante o cerco nazista, infelizmente...


abraço anarquista
#22 Mensageiro_Obscuro 28-05-2011 17:30
Esse texto ao mesmo tempo que é um poema lembra um conto pois seu enredo se desenvolve detalhando uma história.
#21 ANTENA 26-11-2010 18:33
Obrigado Ellinn pela tua simpatia infinita.


abraço anarquista
#20 Ellinn 26-11-2010 16:58
Os gritos de dor, ecoarão por muitas décadas nos corações dos humanos que tiverem conhecimento de tamanha crueldade.Parabéns ! pela obra. Abraços
#19 ANTENA 11-11-2010 10:40
Grato pela presença e comentário encorajador.


abraço anarquista
#18 Giba 28-10-2010 21:37
Infelizmente temos que sempre relembrar
esse Holocausto, para que os desmemoriados não o esqueça e não venha provocar tudo de novo.
Parabéns pelo belo e histórico texto!
#17 ANTENA 25-10-2010 09:11
Você é quem merece abraços, poetisa bela!



abraços anarquistas
#16 Kokranne 23-10-2010 23:31
Depois de tantos comentarios,só me resta aplaudir sua obra. Bravo! Belissima. Abrazos y besos.
#15 ANTENA 22-10-2010 09:54
Obrigado xará, também sou romano.


abraço anarquista
#14 ANTENA 21-10-2010 09:53
obrigago querida Nadi, prazer em tê-la aqui novamente.


abraço anarquista

Deixe seu comentário
É preciso estar "logado".

Curtir no Facebook

Autores.com.br
Curitiba - PR

webmaster@number1.com.br

whatsapp  WhatsApp  (41) 99115-5222