person_outline



search

Há dias que não sou corpo

Sempre acordada...

o gosto do último cigarro na boca me belisca,

mas há dias que não sou corpo.

 

As sementes de abóbora fermentam em meu estômago de chá.

Libo o sal das sementes e a acidez dos cigarros

e prendo os cabelos com uma caneta vermelha.

 

Já vi fios que cresceram tingidos de falso sangue.

Não os arranquei, nem os brancos verdadeiros.

São histórias misturadas,

invenções reais para ser mais e muitas.

Pin It
Atualizado em: Sáb 26 Jun 2010

Deixe seu comentário
É preciso estar "logado".

Curtir no Facebook

Autores.com.br
Curitiba - PR

webmaster@number1.com.br

whatsapp  WhatsApp  (41) 99115-5222