person_outline



search

ALEXANDRA

Alexandra, que me fizeste chorar!
Para a esse Mondego, minhas lágrimas dar.
Lágrimas de amor, a Coimbra do Choupal,
A Coimbra desse Hospital, Cid Sobral!

Tu és uma santa mulher!
Que aliviou meu sofrer!
Sim tu! A quem minha alma canta!
Este poema de amizade, sem conta!

Tu és pura e alva!
Alexandra! Alexandra!
Que alegraste, minha alma!

Que por Coimbra chorou!
Mas agora te canta!
Porque a ti também amou!...

HOMENAGEM À AMIGA E ENFERMEIRA ALEXANDRA DE COIMBRA
Pin It
Atualizado em: Dom 17 Fev 2008

Comentários  

#6 HELDERDUARTE118 19-02-2008 05:36
Muito obrigado...


Helder
#5 HELDERDUARTE118 19-02-2008 05:36
Muito obrigado...


Helder
#4 HELDERDUARTE118 19-02-2008 05:36
Muito obrigado...


Helder
#3 Raferty 17-02-2008 14:57
Singela homenagem onde a sensibilidade do poeta nos faz chorar por Alexandra. R.I.P.
#2 Raferty 17-02-2008 14:57
Singela homenagem onde a sensibilidade do poeta nos faz chorar por Alexandra. R.I.P.
#1 Raferty 17-02-2008 14:57
Singela homenagem onde a sensibilidade do poeta nos faz chorar por Alexandra. R.I.P.

Deixe seu comentário
É preciso estar "logado".

Curtir no Facebook

Autores.com.br
Curitiba - PR

webmaster@number1.com.br

whatsapp  WhatsApp  (41) 99115-5222