person_outline



search

Urubus

No rastro da terra em brasa
Pés descalços descarnam a carne
Flagelando a alma que clama
Seres em chama
Perambulam buscando vida
Descobrindo suas feridas.
Negras aves prenunciam comida
Mortas de fome
Afinam os bicos nas carcaças
Fiapos de carniça
Cheias de lombrigas.
Olhos afundados cansados
Desgraçados sem causas
Causas dos descasos
Semblantes desnorteados
Vitimas decentes
Na trouxa pertences
Caminhos dementes
Pardacento horizonte
Suor na fronte
Agonia perene
Mais um inocente no ventre
Pra onde ir minha GENTE?
Pin It
Atualizado em: Sex 15 Maio 2009

Comentários  

#2 AJO 15-05-2009 04:39
Li e me vi em casa, de certa forma, como nordestino que sou. Muito bom e parabéns.
AJO
#1 AJO 15-05-2009 04:39
Li e me vi em casa, de certa forma, como nordestino que sou. Muito bom e parabéns.
AJO

Deixe seu comentário
É preciso estar "logado".

Curtir no Facebook

Autores.com.br
Curitiba - PR

webmaster@number1.com.br

whatsapp  WhatsApp  (41) 99115-5222