person_outline



search

VOVÔ

Além de avô
Pai, tutor, guru.
Avô das noites de natal
Riso largo, semblante sereno...
Avô das balas negritas
Do loção no cabelo
Do raro cigarro, mas de tragadas longas.

Avô do pijama laranja
Do humor crítico.
Da cadeira de balanço;
(onde os dedos bailavam,
como se quisesse dizer alguma coisa).

Avô do saguão, da varanda, do quintal.
Avô do passarinho no espelho;
Rouxinol, chico preto...
Sei lá...
Avô das molecagens, das anedotas
Dos passos tortos, trilhando o corredor.

Avô das frutas belas
Que só tu sabias acariciá-las
E oferecê-las em gesto de amor.
Avô é difícil te esquecer
Mas é fácil recordar-te.

Agora só resta teu rádio transatlântico...
Teu cofre, teu quarto quase vazio
E ainda suscitas na memória
De uma sugante poesia
Pin It
Atualizado em: Sáb 7 Mar 2009

Deixe seu comentário
É preciso estar "logado".

Curtir no Facebook

Autores.com.br
Curitiba - PR

webmaster@number1.com.br

whatsapp  WhatsApp  (41) 99115-5222