person_outline



search

BRISA

Através de muitos dias corro sem parar
neste labirinto que tu criaste.
Alvo e vibrante congestiona-se
em minhas viagens.
Porém se tu não voltares e distorcer
o que é real para mim,
estarei só e sozinha
e feliz numa trepida, melodiosa
e suave brisa dessas noites de tormentas.
E se voltares o que não estarei
é de braços abertos... aceitando-o
apenas do lado do meu leito.
Pin It
Atualizado em: Sex 6 Mar 2009

Deixe seu comentário
É preciso estar "logado".

Curtir no Facebook

Autores.com.br
Curitiba - PR

webmaster@number1.com.br

whatsapp  WhatsApp  (41) 99115-5222