person_outline



search

DIVINO AMAR

Cintila alegria no olhar da virgem
Donde a palidez na face se avermelha
Vestes claras que sob o altar acendem
A chama de Deus pela fé contente.

Lábios de moça intocável
Lançam ao senhor cantigas de amor
Exalando perfume matinal do hálito
Na entrega da castidade, vestindo Habito.

Do tédio da vida abdica a lida
De amar amores carnais que sangram
A trocar pela obediência de amar a Deus
Cuidar de o próximo desfazer de riquezas

Aprender a conviver na sina da simplicidade
Que faz da pobreza uma proeza
De enxergar a nobreza com alma limpa
De duque e duquesas...
Pin It
Atualizado em: Sex 6 Mar 2009

Deixe seu comentário
É preciso estar "logado".

Curtir no Facebook

Autores.com.br
Curitiba - PR
Fone: (41) 3342-5554
WhatsApp whatsapp (41) 99115-5222