person_outline



search

Poema infantil - BARATAS!

Duas baratas muito faceiras
Adoram fazer brincadeiras

Imitam gente com perfeição
Vestem sainhas e passam baton!

Brincos compridos querem usar
Mas sem orelhinhas... onde pendurar?

Com botas de couro e blusas curtinhas
Ficam as baratas tão bonitinhas!!!

Desfilam as duas com fantasia!
Brincam felizes! Ai que alegria!

Ligam a música para dançar
Bailam e pulam, querem voar!!

Brincam de pique e de amarelinha
São tão amigas essas bichinhas!

Por serem espertas não vão bobear
Pois a madrugada já vai terminar.

Baratas brincando à luz do dia?
É um grande perigo! Ai que agonia!

Se forem pisadas por um pé malvado...
E aí vai barata par tudo que é lado!!!

Pensando direito é melhor se mandar
Pois no outro dia voltam a brincar!

E assim as baratas sem parar de rir
Pegam suas coisas... e se mandam dali!!


Este poema faz parte do livro QUEM NÃO PRESTA ATENÇÃO... SÓ SE METE EM CONFUSÃO!

Pin It
Atualizado em: Dom 26 Out 2008

Comentários  

#2 seth 07-01-2010 17:38
poesias infantis deveriam ser estimuladas desde a pré-escola,é uma maneira de despertar o interesse delas pela literatura.abraços.
#1 seth 07-01-2010 17:38
poesias infantis deveriam ser estimuladas desde a pré-escola,é uma maneira de despertar o interesse delas pela literatura.abraços.

Deixe seu comentário
É preciso estar "logado".

Curtir no Facebook

Autores.com.br
Curitiba - PR

webmaster@number1.com.br

whatsapp  WhatsApp  (41) 99115-5222