person_outline



search
  • Causos
  • Postado em

Pescador Misterioso

Conta-se que lá pros lados do norte de Minas Gerais, às margens do Rio das Velhas, uma família ia sempre para o seu rancho de pescaria, uma espécie de casa de campo, nos fins de semana.
O filho do casal, então com treze anos, gostava muito de pescar e sempre acompanhava o pai nas pescarias.
Numa noite o filho pergunta:
-Pai, o senhor vai pescar agora a noite?
-Não, meu filho. Vamos amanhã cedo.
-Então vou dormir. Mas se resolver ir pescar, me chama. Quero ir também
-Não vou. Vá dormir tranquilo. 
Na manhã seguinte, bem cedinho, o menino  acorda  e ao chegar na cozinha vê que a tarrafa, uma espécie de rede, que usam para pescar está molhada. Vê um rastro de água que sai por debaixo da porta. 
O menino fica com raiva, vai até seu pai e diz:
-Pai, o senhor me disse que não ia pescar e foi. E não me chamou
-Não fui pescar. Não vê que estava dormindo até agora?
-Foi sim. Eu sei que foi. Por que fez isto comigo? Sabia que eu queria ir.
A mãe diz:
-Seu pai não foi pescar. Estava aqui o tempo todo.
O menino insiste:
-Foi sim. A tarrafa está molhada e tem um rastro de água até a porta, saindo para fora. 
O pai responde:
-Eu já disse que não fui. 
-Então entrou alguém aqui e pegou o nosso  material de pesca.
-Vamos lá ver isto.
Vão até a cozinha e verificam que o menino estava dizendo a verdade. A porta está trancada como deixaram na noite anterior. Abrem a porta e verificam que o portão também está trancado. Eles então percebem um homem se afastando calmamente da casa.
O menino grita com o homem. 
-Ei, quem é você? Como entra aqui em casa e pega o que não é seu?
O homem não se vira e continua caminhando calmamente.
O menino então sai correndo atrás do homem. O pai percebendo alguma coisa errada, chama o filho de volta. Mas o menino não ouve. Corre atrás do homem que continua caminhando devagar. Mas quanto mais corria mais o homem se distanciava até desaparecer misteriosamente.
O menino então para sem entender nada. Volta para casa assustado.
Conversando com os moradores da região ficam sabendo que este homem misterioso sempre aparece. Muitas vezes os moradores e pescadores que aparecem por lá notam que alguém mexeu em seus materiais de pesca ou nos seus barcos. Sempre alguém o vê mas ninguém nunca conseguiu se aproximar dele. 
Segundo uma lenda local, este homem é um pescador que um dia saiu para pescar em seu barco. Durante a pescaria caiu uma tempestade assustadora e no dia seguinte só encontraram o barco na margem do rio. O homem nunca mais voltou nem seu corpo foi encontrado. Desde então este misterioso pescador, vez por outra, aparece por aquelas bandas.
História de pescador? Ou fenômeno sobrenatural?

 

Pin It
Atualizado em: Qui 4 Mar 2021

Deixe seu comentário
É preciso estar "logado".

Curtir no Facebook

Autores.com.br
Curitiba - PR

webmaster@number1.com.br

whatsapp  WhatsApp  (41) 99115-5222