person_outline



search

Impactos da vida

Não sei qual caminho, se o caminho de pedras ou de flores;
Nem sei ao menos se o caminho das flores existe.
Clamo por socorro num grito mudo que ecoa no vazio que me restou;
 Ninguém pode alcançar minha mão estendida,
Lá entre os escombros do meu castelo que desmoronou.
As ruínas asfixiam-me um nó prende minha garganta com força.
Cada pedaço do meu corpo espalhou-se como um quebra-cabeça de 1000 peças.
Qual está faltando? Responda qual a peça deixou este buraco que nada preenche... Acho que foi a peça que vida me pregou.
A saída de emergência está quebrada, não há fuga, não há como, nem quando, nem onde.
O que há afinal? Um amontoado de partes de mim mesma que se esqueceu de como juntar-se.
Pin It
Atualizado em: Qua 27 Maio 2020

Deixe seu comentário
É preciso estar "logado".

Curtir no Facebook

Autores.com.br
Curitiba - PR

WhatsApp whatsapp (41) 99115-5222