person_outline



search

Era numa reunião que tu tava?

Em um papo noturno.. Desses que voam fortuitos entre lábios e olhos, desses que cabem na palma e nos dedos da mão..
Na tela, amplidão, de um celular..
Eu comecei a debulhar umas frases com sabor de verões e perfumes de canções que fazem o coração bater mais forte.. lembro de te falar como eu gosto e de te ler vestida de intenções e despida, em estado de liberdade, entre palavras e sensações. É, eu lembro de tu me falar, quase como quem canta, sobre o meu movimento e o reverberar em tua pele, entre gemidos e ecos, sobre o desaguar em lábio tuas águas siderais.  
É, eu lembrei de paixões, vendavais, das profundas combustões de sentidos, do ser contínuo improviso quando se está apaixonado.. rememorei o mergulho do castanho do meu com o teu olhar, do amor que sem par habita mais esse escrito pra ti, e eu te dou.
Pin It
Atualizado em: Dom 22 Mar 2020

Deixe seu comentário
É preciso estar "logado".

Curtir no Facebook

Autores.com.br
Curitiba - PR
Fone: (41) 3342-5554
WhatsApp whatsapp (41) 99115-5222