person_outline



search

Esboço:

Separem um espaço pros nossos rascunhos
Alguma coisa em nossos perfis
que aguarde o que a gente vive
mas ainda não é

O que ainda a gente não vê
apelida o dedo
destronca o pé

O que a gente imagina que vive
O que a gente não diz 
Acorda o nosso melhor
nosso segredo

Vê? Eu estou fraco agora
Mas vou estar melhor amanhã
cedo

O luar em pleno dia
azul 
As nuvens e as janelas
Solidões
Não temos medo

Os ossos dos nossos punhos
mentem afobados 
Todos fazem...
eu  também fiz

Quem me dera ser belo
no que falo
_Os ossos parecem cansados_
Quem é velho diz

O que a minha mente pensa,
grita
O que minha mão digita
não 

O que meu devaneio dita
não é o texto que me sai 
da mão


É só hoje
amanhã vou ser só outro 
que me imita

Hibernante vomita
Eu não
Pin It
Atualizado em: Sex 20 Mar 2020

Deixe seu comentário
É preciso estar "logado".

Curtir no Facebook

Autores.com.br
Curitiba - PR
Fone: (41) 3342-5554
WhatsApp whatsapp (41) 99115-5222