person_outline



search

Esboço:

Separem um espaço pros nossos rascunhos
Alguma coisa em nossos perfis
que aguarde o que a gente vive
mas ainda não é

O que ainda a gente não vê
apelida o dedo
destronca o pé

O que a gente imagina que vive
O que a gente não diz 
Acorda o nosso melhor
nosso segredo

Vê? Eu estou fraco agora
Mas vou estar melhor amanhã
cedo

O luar em pleno dia
azul 
Amanhecendo nuvens
já nelas
Não temos medo

Os ossos dos nossos punhos
mentem afobados 
Todos fazem...
eu  também fiz

Quem me dera ser belo
no que falo
_Os ossos parecem cansados_
Quem é velho diz

O que a minha mente pensa,
grita.
O que minha mão digita
não.

O que meu devaneio dita
não é o texto que me sai 
da mão.


É só hoje
amanhã vou ser só outro 
que me imita.

Hibernante vomita.
Eu não.
Pin It
Atualizado em: Qua 13 Maio 2020

Deixe seu comentário
É preciso estar "logado".

Curtir no Facebook

Autores.com.br
Curitiba - PR

WhatsApp whatsapp (41) 99115-5222