person_outline



search

ESPERA

A espera, solitária,
procura o que fazer
Em um espaço vazio
Não sabe o quanto esperar
Vai e vem, repetições, mais espera
Desilusões
Senta-se, levanta-se, gira por todo o ambiente.
Lá fora, o caminho a espera sorridente
Dar um passo pra saída é o que se pede
Mas o momento não é chegado
Por isso é espera
Um olhar ao redor faz aumentar a vontade de partir
Parecendo preso ao tempo, ao momento,
ainda não pode prosseguir.
Antes do desespero, o repouso.
Encontra-se um tempo em que o tempo chegou
Antes do desespero, o momento.
E finalmente o que se espera.
Pin It
Atualizado em: Qua 10 Abr 2019

Deixe seu comentário
É preciso estar "logado".

Curtir no Facebook

Autores.com.br
Curitiba - PR

webmaster@number1.com.br

whatsapp  WhatsApp  (41) 99115-5222