person_outline



search
  • Prosa Poética
  • Postado em

Energumeno da ambição

Exorcizo meu pavor
e saio dessa intercessão
Entre verdade e ambição, ao fator ,
De nem estar a voar ou ter os pés no chão

Um dilema ético
Outro problema moral
Sem ter um senso eclético
Numa sociedade tão liberal

O dilema de uma existência,
É só riquezas ajuntar?
Com a felicidade a falência
Ou sua essência encontrar ?

Procuro no caos a ordem
Algo que posso descrever
Onde a loucura ea razão se mordem
Assim a realidade entender

Tal realidade , nos espreme
Como fosse fazer óleo
Afã que nos consome
Pra ter no fim a alma como espólio

Um remédio para a alma
Um abstratiro inalar
Algo que me passe calma
A confusão lucida findar

Correr atrás da ambição
Encarar a verdade
Lutar num sonho vão
Faça, ganhe e brade.

Avidez que nos joga
Num copo de algo alcoólico
Rotina que nos loga
A cada vez mais ser menos lógico.

Sede de algo a vir
Empanturrado de decepção
Decisões que me fazem concluir
Mais um energumeno da ambição.
Pin It
Atualizado em: Seg 28 Jan 2019
  • Nenhum comentário encontrado

Curtir no Facebook

Autores.com.br
Curitiba - PR
Fone: (41) 3342-5554
WhatsApp whatsapp (41) 99115-5222