person_outline



search

Chá de Lua

O Budismo ensina que neste mundo tudo é impermanente!
Nada permanece, tudo vem e vai
Podemos notar isto em volta de nós
As coisas nascem e morrem sem tempo determinado de existência realmente

Sabemos!
Mas como é dificil aceitar isto quando nós estamos dentro deste vem e vai
Assim é tudo, do ódio ao amor
Do animal a flor
Da montanha ao grão de areia
Dizer adeus é difícil
Tanto para o que vai como para o que fica

Pois é...
E dai eu na minha loucura de procurar o que não vou achar
Como achar o que já se  perdeu?
Mas quem sabe num dia de ventos
Ou num dia de chuva
Ou até numa noite de verão você apareça
Enquanto isto ficarei  com minha xicara de chá de  lua, estrelas e nuvens
Na janela esperando você passar

Pin It
Atualizado em: Qua 2 Maio 2018

Deixe seu comentário
É preciso estar "logado".

Curtir no Facebook

Autores.com.br
Curitiba - PR

webmaster@number1.com.br