person_outline



search
  • Prosa Poética
  • Postado em

Meu abrigo

Nesse momento, tão só com meus pensamentos-
ouvindo cada ruído, cada som, cada pingo de chuva--
que nesse instante respinga em minha janela.
       Um emaranhado de sons, e o cheiro da terra molhada-
desperta em mim lembranças.
           No abrigo de minha casa,no aconchego de seu calor.
           Procuro na calma apaziguar minha alma, meu coração
, num simples gesto desligo o interruptor, desligo minha mente,
e... adormeço!
Pin It
Atualizado em: Seg 4 Dez 2017
  • Nenhum comentário encontrado

Curtir no Facebook

Autores.com.br
Curitiba - PR
Fone: (41) 3342-5554
WhatsApp whatsapp (41) 99115-5222