person_outline



search

Ao Amanhecer...

Olho no relógio e não sei que horas são os olhos nublam enquanto tento enxergar os ponteiros fluorescentes do despertador, uma pontada de dor de cabeça ameaça tentar piorar se eu levantar do travesseiro, o estomago se embrulha enquanto me movimento na cama.

Olhos no relógio e ainda não consigo enxergar que horas são. O mundo gira levemente ao meu redor com minha tontura e minha garganta arranha pedindo um pouco de água. Olho os ponteiros marcando as horas e vejo apenas dois vaga-lumes embaçados no quarto escuro.

Olho no relógio e desisto de saber as horas. Cubro o rosto com os lençóis da cama e durmo por alguns minutos, acordo assustado com o som do despertador que insiste em me fazer levantar. Sento na cama enfrentando as conseqüências da noite passada.

Olho no relógio mais uma vez antes de desistir de saber as horas. Tento lembrar o que fazer depois que levantar, me confundo entre a ordem de cada tarefa e fumo um cigarro antes de escovar os dentes no chuveiro. Seco o corpo e volto para o quarto, encarando o relógio com seus ponteiros verdes, não tão brilhantes com a luz acessa.

Olho no relógio para ver a hora, e percebo que estou atrasado outra vez!
Pin It
Atualizado em: Sex 6 Mar 2009

Deixe seu comentário
É preciso estar "logado".

Curtir no Facebook

Autores.com.br
Curitiba - PR

webmaster@number1.com.br

whatsapp  WhatsApp  (41) 99115-5222