person_outline



search
  • PoEmas
  • Postado em

No sopé dessa montanha

No sopé dessa montanha, vi meu pai com seus passos ligeiros. Homem forte e destemido, tinha alma de guerreiro.

Neste lugar moramos há muitos anos atrás, foi um momento da vida que deixamos para trás. São memórias de uma real história que o tempo nunca desfaz.

No sopé dessa montanha, era bom de se morar. Neste lugar encantado não via o tempo passar. Nossa mãe não se cansava, na roda viva da vida estava sempre a trabalhar.

No sopé dessa montanha, dei meus primeiros passos, aprendi a caminhar. Confesso que a vida me deu o privilégio e a sorte de nascer nesse lugar.

No sopé dessa montanha, também deixamos de ser crianças. Hoje o tempo passou, tornou-se velha a infância, mas carrego na lembrança os anos que lá vivi. As vezes fecho meus olhos, parece que tudo está ali.

No sopé dessa montanha, muitos passaram por lá, outros tantos vão passar. É a engrenagem da vida que continua a girar, só ela assiste a tudo, o que se foi e o que está para chegar.

Meus passos já não são os mesmos, de alguns tempos atrás, caminhamos na mesma direção que caminharam nossos pais. A montanha nos observa, tudo que o tempo nos faz, mesmo sem dar um passo vai nos deixando para trás.

Imagem de uma montanha localizada no Imbé - Cardoso Moreira - RJ
Pin It
Atualizado em: Qua 12 Jan 2022

Deixe seu comentário
É preciso estar "logado".

Curtir no Facebook

Autores.com.br
Curitiba - PR

webmaster@number1.com.br

whatsapp  WhatsApp  (41) 99115-5222