person_outline



search
  • PoEmas
  • Postado em

melancolia

o âmago estava fragilizado, vil
todo dia, observar, passar e sumir
e o jaez britânico d'alma, ainda de eflúvio frio
e o espelho não muito cobrava ao refletir
refletir a veneta, e como disse shakespeare, o tempo
 
ah, o tempo, muito lento para os que esperam 
esper(ando), cant(ando), chor(ando), vivendo
nem viu seus dias passarem de maneira fugaz, apenas a angústia que geram
e a desculpa foi, ando. (doendo) - vivendo
ando cansado, ando desanimado, ando com trabalho exagerado 
 
o tempo, esperava da mesma maneira, lentamente 
o ando estava errado, nao tinha nada de exagerado
estava padecendo, e a eloquência de sua mente
estava contente, em pegar mais um mortal, acabado
foi a mesma causa, aquela que todos sentiremos
 
o vazio, plantou outra de suas obras
foi o vazio, o tornou inteiramente desolado
veementemente a vida fugiu, em horas 
e não há mais nada, além de virar para a página do lado. 
Pin It
Atualizado em: Qui 27 Maio 2021

Deixe seu comentário
É preciso estar "logado".

Curtir no Facebook

Autores.com.br
Curitiba - PR

webmaster@number1.com.br

whatsapp  WhatsApp  (41) 99115-5222