person_outline



search
  • PoEmas
  • Postado em

Nossos castelos não mais estão lá

Doravante a escuridão paira,
no chão rompe uma fissura,
efêmeros momentos de conforto,
enquanto a sanidade se afoga
nas águas de um oceano revolto.

Mesmo que eu nade até praia,
onde nas areias brancas,
num passado não tão longínquo,
fomos construtores do nosso destino.

Nossos castelos não mais estão lá.
há somente um sepulcral casebre,
que dizem, ter sido construído
sobre a ausência do amanhã,
o seu abrigo.


Ph Vieira - 12/04/2021
Pin It
Atualizado em: Ter 4 Maio 2021

Deixe seu comentário
É preciso estar "logado".

Curtir no Facebook

Autores.com.br
Curitiba - PR

webmaster@number1.com.br

whatsapp  WhatsApp  (41) 99115-5222