person_outline



search
  • PoEmas
  • Postado em

[Poema] FICAR

Fazer questão
fiz questão de muita coisa
atenção
satisfação.

Até que finalmente entendi
agora, anseio reciprocidade.

Já não faço questão
exijo 
o essencial.
respeito
dignidade
sinceridade.

Deixei de implorar para que as pessoas fiquem
que sintam ou desejem na mesma intensidade que eu 
relaxei
não há que se falar em 
"correr atrás".

Não clamo para que supram os meus desejos
que correspondam o que sinto 
que cumpram os meus requisitos.

Perda de tempo.
Não há sentido no pedir, implorar 
perde a primazia
não há mais essência.

Valorizo a sinceridade
assim,
vivo plena com o meu eu
inteira
mesmo que nem sempre tão segura.

Gosto da suavidade 
do sentimento espontâneo
inconsciente
que chega de mansinho
que se instala na calmaria 
na tranquilidade dos meus dias.

Gosto da naturalidade 
detesto cobranças
não há nada melhor que a fluidez
de toda a coisa
vontade irracional 
desejo.

Gosto quando você decide ficar
isso me transborda
quando sentem na mesma intensidade
que eu 
me desmancho.

Se me compreende,
conecto-me
fervorosamente.

Então te convido para um café às 16h
numa quarta feira chuvosa
Sei o quão prazeroso é 
quando simplesmente acontece.

Gosto da leveza
Prezo pela proesa
os dois dispostos a permanecer 
é delicioso quando decide ficar.

Mas, 
se se afastar 
jamais tentarei impedir.

Não me decepciono quando se afastam
desde que me digam o porquê
sei quando mereço uma razão.

Desse jeito
não há desgaste 
exaustão.

Não vou insistir para que se acomode 
afinal
seria egoísmo
fez o que decidiu.

Mesmo que não seja o meu querer 
ainda que não entenda
aceito.

Idas e vindas 
Voltas e partidas 
e em meio a isso tudo
a minha serenidade
a minha sanidade
prevalece.


Janaina Couto ©
[Publicado - 2019]

@janacoutoj

Pin It
Atualizado em: Dom 28 Jun 2020

Deixe seu comentário
É preciso estar "logado".

Curtir no Facebook

Autores.com.br
Curitiba - PR

webmaster@number1.com.br

whatsapp  WhatsApp  (41) 99115-5222