person_outline



search
  • PoEmas
  • Postado em

Tudo e nada

Tudo parece pouco
Nada parece muito
Não sei o que fazer
Tudo é nada
Nada é tudo
Essa agonia de viver insatisfeito com a própria existência
De saber que é pó e ao pó voltará
Mais um grão de areia entre tantos incontáveis
Incontáveis como esse universo
Uma imensidão luminosa banhada pelo vazio da escuridão
Assim é a vida, para muitos um maniqueísmo
Para mim apenas mais um paradoxo
Uma existência sem vida
Uma morte bem-vinda.
Pin It
Atualizado em: Sex 12 Abr 2019

Deixe seu comentário
É preciso estar "logado".

Curtir no Facebook

Autores.com.br
Curitiba - PR

webmaster@number1.com.br

whatsapp  WhatsApp  (41) 99115-5222