person_outline



search
  • PoEmas
  • Postado em

Adianta ou não esperar?

Há aqueles que dizem que "quem espera, sempre alcança", mas em contraposição a estes, há os que dizem que "nada cai do céu, deve-se correr atrás"...
Toda espera corresponde a uma ação. Simples: a ação de esperar!
Toda ação implica numa espera. Qual? A espera que agindo, algo aconteça.
A vida nasce de uma longa espera... Somos gerados de forma comprimida, pra ganharmos liberdade, agirmos na hora certa somente.
Já o Amor, nasce de uma ação, um contato direto ou indireto... Mesmo nascendo de uma ação, acaba sendo "condenado" a uma espera, às vezes eterna...
Tudo seria contraditório então? Esperamos ações, e agimos na espera.
Ação não remete só a movimento, mas a repouso, repouso de espírito e de sabedoria. Esperar traz consigo ações do outro para conosco.
Independente de ação ou espera, não seremos nós que vamos botar um "ponto final" na história ("ponto final" de se chegar a um objetivo). O Outro! O quem vem de fora! O externo a nós! O que não vem de nós que tráz respostas.
A vida e amor consistem nisso: não fazer nada pra si e não esperar nada para si; fazer para o outro e esperar para/com o outro!
Outra contradição: eu versus "o outro".
Se os que estão aqui, vieram antes de nós, vivemos deles, também por eles e para eles. No movimento da vida, os que vieram primeiro, imaginam-se indo primeiro, então procuram também viver de nós, por nós e para nós.
Para o amor não há tempo e nem espaço. O instante de amar é a todo instante. O espaço do espaço é o todo, universal, o que preenche toda atmosfera dos corações.
Na Vida e no Amor, não se tem a resposta definitiva se espera-se ou lança-se para as ações. O que fazer então? Viva e ame, contrarie as contradições."

Pin It
Atualizado em: Ter 31 Maio 2011

Deixe seu comentário
É preciso estar "logado".

Curtir no Facebook

Autores.com.br
Curitiba - PR

WhatsApp whatsapp (41) 99115-5222