person_outline



search

O Coração que amou cedo

Era uma vez um coração que amou bem cedo. Mesmo cedo, já amava muito e não deixava de amar por que era cedo.

Preocupada, a cabeça resolveu chamá-lo para questionar tanto amor tão cedo.

De noite, no escritório travesseiro da cabeça, ouvia-se ela dizendo cheia de medo:

-         É cedo coração... ainda não...é muito cedo!

-         Cedo? – Retruca o coração - Como podes dizer que é cedo, cedo pra quê?

-         Cedo para amar coração. Em tão pouco tempo, não podes amar com certeza...

-         Quem disse que não? Por um acaso é o amor encomenda de dia e hora certa? O amor não é um ato, é um sentimento e o que se sente...Sente-se e pronto! Por acaso você diz ao estomago que é muito cedo quando ele tem fome?

-         Mas coraçãozinho, podes machucar-te...

-         Sem mais! Estou decidido a amar e pronto.

A cabeça, vendo que o coração não se dobrava, resolveu propor:

-         Então deixa ao menos que eu coloque à prova certos quesitos e aí, se correr tudo bem, irei calar-me e lhe deixarei amar sem medo, concorda?

O coração vibrou, a possibilidade de amar sem medo o deixara em estado de êxtase. Isto para ele era novo, por isso decidiu aceitar o desafio.

-         Sendo assim aceito. Pode começar!

-         Tudo bem, eu pergunto e você responde:

-         Como podes saber se é seguro?

-         Os braços de meu amor aquecem-me a alma cada vez que me abraçam e dizem que não vão me soltar jamais.

-         Como podes saber que é sincero?

-         A voz de meu amor não treme nem pausa quando fala de nossos planos.

-         Como podes saber que é fiel?

-         Os olhos de meu amor procuram-me em meio à multidão e, quando me acham, brilham como raios de sol.

A cabeça rendia-se as respostas do coração, mas para ter certeza resolveu fazer uma última pergunta:

-         Coração, como sabes se teu amor também te ama?

-         Isso é fácil, meu amor também tem um coração que chora dia e noite quando ta longe de mim!

-         Então vai coraçãozinho, ama sem medo, pois vejo que aprendestes cuidar-te sozinho!

E o coração amou... E foi amado.

Pin It
Atualizado em: Ter 2 Fev 2010

Comentários  

#6 kickoRibeiro 02-01-2011 21:33
Nunca e cedo pra se amar tambem nunca e tarde ele só precisar acontecer.
#5 Cerson 07-03-2010 22:28
E assim se descobre o amor puro. Parabéns, abraços.
#4 Helton Fesan 01-03-2010 20:08
muito obrigado a todos
#3 Nadi 25-02-2010 16:48
Sungelo conto. Um aviso para dar mais 'ouvidos' ao coração.
Abraços e estrelas.
#2 rackel 16-02-2010 17:16
Uma lição de como identificar o verdadeiro amor. Parabéns. Estrelado.
#1 tania_martins 04-02-2010 14:34
Lindo!

Deixe seu comentário
É preciso estar "logado".

Curtir no Facebook

Autores.com.br
Curitiba - PR

webmaster@number1.com.br

whatsapp  WhatsApp  (41) 99115-5222