person_outline



search

Utopia de escritor

Ninguém é totalmente apaixonado pelo que faz, apenas o fizemos porque algo externo ou emocional nos motiva, e certamente em alguns momentos sentimo-nos inseguros por esta ou aquela razão. Durante nossa juventude fizemos escolhas que julgamos serem importantes, para que só algum tempo depois percebermos que na verdade não significam nada. No final acabamos por assumir e conviver com o mundo que criamos, nem sempre tendo dele o retorno desejado. Mesmo assim o mundo que criamos ainda se torna menos doloroso que o mundo real, e isto serve como alento em alguns momentos. Tudo que vivenciamos escrevemos, e fizemos isto para salvar as coisas enquanto elas ainda estão vivas, pois com o tempo elas tendem a desaparecer, mas se as escrevemos elas permanecerão. Ninguém escreve nada além daquilo que esta em sí mesmo, dentro da nossa alma, em nosso subconsciente, dentro do mundo que criamos. Tudo ao nosso redor se torna evanescente, transitório, com sua genuidade ponderada a cada dia, aquilo que você admira em uma pessoa hoje, poderá ser o que vai separa-la de você amanhã. Mundo utópico, quimérico, mundo do escritor.

Pin It
Atualizado em: Qua 4 Maio 2022

Deixe seu comentário
É preciso estar "logado".

Curtir no Facebook

Autores.com.br
Curitiba - PR

webmaster@number1.com.br

whatsapp  WhatsApp  (41) 99115-5222