person_outline



search

Um Brinquedo Feito a Mão

Era um brinquedo de madeira. Um brinquedo feito a mão.

As sobras do que fora usado para a mobília, o marceneiro, como de costume, já havia depositado na caixa de lixo. Pedaços de pau, restos de cola, pregos entortados compunham a miscelânea que meu pai, cuidadosamente, ia resgatando do fatídico destino.

Sob a condução de um espírito lúdico, ele brincava de cortar, colar, pregar... Seu olhar refletia tal satisfação que era capaz de concorrer com a minha ansiedade em ver seu trabalho acabado.

O brinquedo - um carrinho de puxar - possuía um misto de novidade e gratidão. Com ele, brincar era mais que uma brincadeira. Assim o conservei - meu brinquedo favorito - pelo tempo que foi necessário brincar.

Era um brinquedo de madeira, feito do mais puro coração.

Mas a vida, que gera o novo, também cria o velho e quarenta anos se passaram sem que nenhum outro feito estampasse tal ternura nos olhos de quem um dia me encantou. Envelhecemos os dois...

Hoje brinco com a lembrança.
Pin It
Atualizado em: Qua 19 Nov 2008

Comentários  

#18 branco02 27-05-2010 10:27
Isso é o que falta nas crianças e jovens de hoje em dia, amor, afeição, criatividade, o brincar de criar, criando com amor, o passado não pode ser voltado ou mudado mas podemos reviver nossas lembranças para sonhar com o nosso futuro e viver o nosso presente.
#17 branco02 27-05-2010 10:27
Isso é o que falta nas crianças e jovens de hoje em dia, amor, afeição, criatividade, o brincar de criar, criando com amor, o passado não pode ser voltado ou mudado mas podemos reviver nossas lembranças para sonhar com o nosso futuro e viver o nosso presente.
#16 rackel 03-12-2009 18:30
A madeira, os pregos, a cola, meros instrumentos impregnados de afeto, direcionados a materializar um amor que palavra nenhuma descreve. Símbolos.
#15 rackel 03-12-2009 18:30
A madeira, os pregos, a cola, meros instrumentos impregnados de afeto, direcionados a materializar um amor que palavra nenhuma descreve. Símbolos.
#14 lordron 30-10-2009 10:58
Isso me reafirma que a eternidade não se mede pelo tempo, mas sim pela intensidade e amor com que se vive. Isso é eterno!
#13 lordron 30-10-2009 10:58
Isso me reafirma que a eternidade não se mede pelo tempo, mas sim pela intensidade e amor com que se vive. Isso é eterno!
#12 ARANOI 18-07-2009 18:23
Mas a vida, que gera o novo, também cria o velho e quarenta anos se passaram sem que nenhum outro feito estampasse tal ternura nos olhos de quem um dia me encantou. Envelhecemos os dois...
SOMENTE PERCEBEMOS ISSO COM TEMPO... PARABENS
#11 ARANOI 18-07-2009 18:23
Mas a vida, que gera o novo, também cria o velho e quarenta anos se passaram sem que nenhum outro feito estampasse tal ternura nos olhos de quem um dia me encantou. Envelhecemos os dois...
SOMENTE PERCEBEMOS ISSO COM TEMPO... PARABENS
#10 J. COSTA JR. 25-12-2008 14:09
A relação mãe e filho é algo natural. A relação pai e filho é algo que se conquista. Por isso, é perfeitamente possível perdê-la ou destruí-la. Depende das escolhas de cada um.
#9 J. COSTA JR. 25-12-2008 14:09
A relação mãe e filho é algo natural. A relação pai e filho é algo que se conquista. Por isso, é perfeitamente possível perdê-la ou destruí-la. Depende das escolhas de cada um.

Deixe seu comentário
É preciso estar "logado".

Curtir no Facebook

Autores.com.br
Curitiba - PR

WhatsApp whatsapp (41) 99115-5222