person_outline



search

Gênesis

"No principio haviam tres forças primordiais, elas não possuiam nome nem utilidade, elas apenas eram, então por motivos desconhecidos uma das forças reagiu e com isso a primeira força ganhou utilidade, a essa força foi dada o nome de tempo e ela comanda tudo o que acontece do começo ao fim, apos isso o tempo começou a reagir com a segunda força, e então ela ganhou utilidade, a essa segunda força foi dado o nome de espaço, o espaço no começo era pequeno, extremamente pequeno. Então o tempo reagiu junto com o espaço na terçeira força, e então ela ganhou utilidade, a essa força foi dado o nome de materia, o espaço deu abrigo a materia, mas ela era extremamente densa, pesada e quente, logo o as tres forças reagiram juntas, e assim ocorreu a grande explosão, e com isso o tempo se iniciou no universo, o espaço junto com a materia se espandiram para todos os lados em uma velocidade extremamente grande."

 - Primeiro paragrafo do arquivo AA0001A intitulado "Inicio"

   Havia um homem andado por um deserto de gelo, usava um capuz e uma mascara, a mascara era totalmente preta ser nenhuma caracteristica a mais, somente preta, e o capuz tambem, ele usava uma capa que lhe cobria o corpo inteiro, tambem preta e embaixo dessa capa ele vestia uma armadura, ela era moldada ao seu corpo perfeitamente ,de vista so era possivel ver uma ombreira e o seu peitoral, no peitoral estava estampado na parte superior esquerda uma Fenix de asas aberta cobrindo um globo, e por fim era possivel ver tambem suas botas. 
   Ele carregava em seus ombros um rifle, semelhante a um ASVK porem com alguns detalhes a mais, do seu lado direito havia uma capsula que era ligada ao paiol, ela ficava mais expecificamente embaixo da lente, e havia uma linha luminosa que percorria o cabo de todo rifle. Dentro do capaçete o homem podia ver as informações do ambiente, como o pressão, temperatura, mapeamento espacial, etc.. Então um sinal é enviado para ele.
   - Ola - disse uma voz masculina, semelhante a de um idoso
   - Oi - disse o homem 
   - Estamos quase chegando, a central não fica muito longe da sua localização, faltam apenas cinco quilometros
   - Bom saber disso - disso o homem em um tom serio
   - Você não esqueceu da chave certo ?
   - Não
   - Exelente, mal posso esperar para entrar denovo - disse a voz animada - sabe, ja faz muito tempo que eu não entro, pode demorar um pouco ate eu achar
   - Quanto tempo ?
   - Duas, tres horas no minimo
   - Certo, lembre-se que ha coisas muito grandes em risco aqui, se nos falharmos...
   - Eu ja sei, apenas venha logo, tambem quero acabar logo com isso
  E a transmição é encerrada
  Depois de uma hora, o homem chega em um semi-circulo extremamente polido, basicamente um espelho, em cada extremidade havia um obelisco com cinco metro de altura, e em seu topo havia uma luz azul, o homem ve uma porta no meio do semi-circulo, ele abre e entra nele.
  La dentro ele encontra uma escada circular que vai para cima, no topo se ve estrelas e o cosmos e não se ve o fim da escada, o homem olha para o topo atonito dentro do seu capacete.
  - Não se assuste, parece infinito mas o nosso ponto não esta longe - disse a voz idosa
  - Meus sensores não o detectam - disse o homem - daqui pra frente é com você
  - Certo, suba a escada, eu direi quando parar
  O Homem contempla o cosmos por um tempo, depos começa a subir, apos dez minutos de subida ja não se vê mais o chão - espero que ele saiba como voltar se der algo errado - pensou o homem olhando para baixo, apos quinze minutos a voz manda parar
   - Muito bem chegamos - disse a voz
   - E agora o que faremos ? - perguntou o homem
   - A chave, pegue-a - o homem coloca a mão detro de sua capa e de la ele tira um cubo magico embaralhado - para onde você quer ir você presisa completar o lado vermelho
   Ele olha para o cubo por um tempo e pensa como vai completar o lado, e então ele começa, depois de um minuto a parte esta completa e ela brilha.
   - Muito bem - disse a voz - aponte para sua frente.
   Ele o faz, e a escada se divide no ponto em que o homem esta, a parte de cima desaparece e em sua frente uma porta é formada - entre - diz a voz, ele o faz e dentro dela ele encontra uma sala branca vazia - so um momento, vou deixa-la com um visual mais familiar - diz a voz, então diante dos seus olhos objetos surgem do chão e das paredes, e do chão se formam uma duas poltronas viradas para uma lareira com um globo de neve em cima,no meio das poltronas tem uma mesinha de madeira circular, nas paredes se encontram estantes de livros e trofeus das mais variadas epocas, surgem janelas redondas que mostram o cosmos, e ao lado da porta existe outra porta que não se sabe para onde leva, o homem caminha ate o centro da sala e ele vai em direção a estante de livros, ele observa que atras dessa estante a um corredor infinito de prateleiras e mais prateleira com varios livros.
  - Sabe, desde que você chegou aqui eu estava curioso para velo pessoalmente - então um redemoinho aparece atras do homem, ele vira e ve que o que esta se formando nesse redemoinho é um homem velho, aos poucos é formada a estrutura dele, desde os ossos ate a pele, e quando termina, o que sobrou do redemoinho pe usado para fazer-lhe uma roupa, uma camisa e uma causa branca, ele esta descalso, seu rosto possuia olhos grandes negros, possuia um nariz reto e sua boca era coberta por uma longa barba branca, e assim era os seu cabelos, longos e brancos, e suas rugas revelavam que ele costumava sorrir com frequencia - o que achou ?
  - Faz jus a voz - disse o homem em um tom sarcastico
  - Por favor sente se - disse o velho com um sorriso
  O homem percebe que não esta mais com sua armadura, capacete e equipamentos, apenas esta com uma roupa branca, ele se dirige a uma das poltronas e se senta junto com o velho.
  - Não se preocupe, assim que acabarmos aqui elas irão voltar - disse o velho ja sentado - então Hal, foi uma longa viajem imagino, tudo que você passou para chegar aqui deve ter mexido com você.
  - Você as colocou la - disse Hal
  - E verdade - disse o velho rindo - eu queria ver como você reagiria a tais situações, mas você passou por todas elas, com um pouco de dificuldade, mas passou.
  - Ok, o que faremos agora ? - perguntou Hal em um tom serio
 O velho pega o mesmo cubo que Hal usou para entrar na sala que agora esta na mesa, ele olha pra ela por um tempo, e tuda fica em silencio, apenas o som da lareira queimando a lenha que nela sse encontra.
  - A chave não pode ser aberta em qualquer lugar - diz o velho quebrando o silencio - e para onde você quer ir, esse lugar é bem expecifico - ele aponta para a porta do lado da porta em que Hal entrou - naquela porta você encontrará o que procura - um buraco quadrado é formado no centro da porta - complete a chave e assim você estará livre para ir - ele entrega o cubo para Hal - agora é com você.
 

 Fim do capitulo 1
  
Pin It
Atualizado em: Seg 19 Nov 2018
  • Nenhum comentário encontrado

Curtir no Facebook

Autores.com.br
Curitiba - PR
Fone: (41) 3342-5554
WhatsApp whatsapp (41) 99115-5222