person_outline



search
  • Ficção
  • Postado em

A fé 2 O fim para história de um vampiro capítulo 4 de 12

Capítulo 4
     A irmã de Bernar estava preocupada, carregada de choro quando recebeu Carlais e a família que estavam a procura dele, porem receberam a má noticia de que ele é mais um desaparecido, tão quanto a neta da amiga, Bernar havia sumido quase ao mesmo tempo dizia a irmã dele:
     -Antes de desaparecer ele dizia que encontraria sua filha. Dirigiu-se a Cara. Sobre escrivaninha Cachie curiava retratos.
     -É este Bernar?
     -Sim! E você é Cachie voltou de tanto tempo. O que pretende?
     -Saber se seu irmão é quem está com minha neta! Cara o interrompeu:
     -De certo, você não está vendo, Bernar é um homem bom e não seria capaz, eu repito, agora que sabemos que ele saiu com pretensão de resgatá-la, tire está tese ruim de sua cabeça. A filha em defesa do ex de sua mãe, isto fez Cachie perceber que este homem poderia ou fez o papel de pai enquanto a ausência dele causava melancolia a uma pequena criança. -Vou ligar para o celular dele. Ela deixou um recado: -Pai dois responda! Cachie viu que a filha estava preocupada com o sumiço.
     -Desculpe estou errado mesmo em duvidar de uma pessoa que as ama e que vocês amam. A dona da casa conclui:
     -Acredite meu irmão não as faria mal.
     A campainha tocou junto a pancadas na porta como alguém que tinha pressa em ser atendido, a passos largos a irmã de Bernar foi ver quem era. Enquanto os demais conversavam:
     -Voltamos ao zero.
     -Talvez o jeito seja esperar por algum contato dos sequestradores, se fizeram o primeiro ameaçando mãe, farão mais!
     A dona da casa volta correndo dizendo:
     -São caçadores, vão invadirem, saiam pelos fundos rápido!
     Era hora de seguir em busca de novos planos. Cachie tem uma carta na manga.
     Mais um dia de preocupação passa e a noite chega, o sol escaldante golpeia a lua fortemente. Carlais já está amarrada, presa a correntes. É noite de lua cheia. Cara entra para alimentá-la como de costume, porem desta vez tem a presença do pai e do feiticeiro livro. Eles conversam:
     -Ainda bem que não precisarei desta vez de carne crua.
     -Se tudo der certo você não vai mais ter que se preocupar com isso, tenho fé que conseguiremos.
     -Pelo que eu entendi, após a magia que você vai lançar em mãe, ela vai ser capaz de chegar a minha filha. Estas palavras eram para o livro que dizia:
     -Sim, os lobos de minha dimensão se desenvolvem e sendo completamente lobos conseguem se controlar e viver normalmente.
     -Os lobisomens tendem com o tempo completar um ciclo de transformação, apenas alguns conseguem naturalmente, na dimensão em que eu estive são assim, completam a mutação e se tornam lobos por completo, mas ainda humanos, ou seja, ficam com razão. Cachie quando entrou arregalou os olhos esta enfrentando um medo terrível, mas esta ali por sua família. A filha notou o pavor, mas nada falou, viu que mesmo com este ele esta bem.
     Carlais esta a ponto de devorá-los se não fosse as correntes. Foi então que Cachie abriu o livro e começou a ler ouvindo a filha:
     -Será que vai dar certo? A magia começou:
     -Vim aqui para acabar com seu sofrimento.
     Então ele diz palavras de ordem para o livro executar a magia.
     -Que leve este lobo a ser verdadeiramente um, chegando a se formar por completo. Cachie falava e o livro repetia quase ao mesmo tempo.
     O livro brilha começa a sair estrelinhas do chão. Carlais começa a se contorcer:
     -Que o animal em si se complete! A mulher lobo fica de quatro, em instantes a forma lobo está completa. As luzes sessam e ela se torna humana.
     -O que ouve? Carlais olha a lua cheia por uma das brechas da pequena janela no alto e grita: -É lua cheia, corram!
     -Acalme-se! Cachie se aproxima dela que estava nua a cobrir os seios com as mãos, ele está com um lençol e a cobre explicando: -Agora você completou o ciclo de um lobisomem em meio a magia do livro, agora você não precisará se preocupar com a lua cheia, além de você se transformar a hora que quiser, não vai mais precisar se preocupar em ficar despida, pois por meio de magia você se transforma e quando volta ao normal suas roupas voltam para você sem estar rasgada. Concluiu dizendo: -Só tem um problema, você atrai alcatéia. Tinha medo nos olhos de Cachie ao dizer tais palavras para ele o que elas significavam era um pessadelo.
     -Você e o livro feiticeiro fizeram esta magia, deveria fazer uma para que possas andar no sol. Ele sorrindo a ajudou a levantar e disse, antes:
     -Quem sabe. Cara concluiu ao mesmo tempo em que ele:
     -Vamos temos que encontrar nossa criança.
Acabou aqui o capítulo 4, a seguir o capítulo 5.
Pin It
Atualizado em: Qui 9 Ago 2018
  • Nenhum comentário encontrado

Curtir no Facebook

Autores.com.br
Curitiba - PR
Fone: (41) 3342-5554
WhatsApp whatsapp (41) 99115-5222