person_outline



search
  • Ficção
  • Postado em

Êxodo - Capítulo 1 - Uma Mensagem Longínqua

Somos viajantes de longas distâncias. Viajamos pelo espaço buscando planetas em zonas habitáveis para transforma-los em colônias de fertilização. Estivemos em seu sistema solar há milhões de anos atrás, quando seu planeta ainda era apenas uma ardente esfera no frio cósmico. Mas não buscávamos seu planeta, mas sim, seu vizinho, Marte. Pois marte era mais promissor em suportar vida. Estava frio, possuía grande quantidade de gelo, que em alguns anos se tornaria água. Possuía um campo magnético poderoso, que protegeria seus futuros habitantes da radiação solar. Porém, algo que não prevíamos aconteceu. Um grande meteoro atingiu Marte, uma catástrofe que arrasou a jovem vida que aqui criamos. O campo magnético de Marte desapareceu, e a radiação solar destruiu o que pouco restava aqui. Mas uma pequena amostra de nossa experiênica flutuou para o seu planeta, através da solidão vazia e escuro do espaço.

A seleção natural, separou os aptos dos inaptos, para dar o próximo passo da evolução. Nós demos o primeiro passo, mas seu planeta, fez o resto. Ora, parece que o mesmo tem consciência da vida que o habita. Mesmo depois da extinção em massa dos seus conhecidos dinossauros, veio a era glacial, e os mamíferos eram o futuro.

Entendam que seu planeta, é vivo, e quer manter-se vivo. Nosso planeta já não pode nos suportar. Mas, o seu é um paraíso vagando pelo espaço tomado pelo frio da matéria escura. Um milagre como muitos humanos definem algo inesperado acontece. Uma esfera ardente, esfriar-se, e dar chances à pequenas células, de terem uma vida, e em milhões de anos ainda os manter vivos.
Venho de tão longe lhes trazer tal mensagem, não queremos seu planeta. Ele não nos pertence, não o criamos, tampouco manipulamos a gravidade, para que nuvens de gases e poeira se condessassem e o formasse, só o que pedimos é abrigo, uma segunda chance à nossa espécie. E logo que preciso, nossa espécie lhe ajudará a salvar a sua.

Eu fui um dos primeiros a chegar no planeta terra. Logo vi que teríamos um problema, pois todos os humanos olhavam para nós como se quiséssemos extermina-los e roubar seu precioso planeta para nós, quando na verdade só oque queríamos era um refúgio, um pouco de alimento e água . Coisas que agora estão extintas em nosso planeta natal e em nosso sistema solar. Mas os humanos se mostraram inclinados a não  dividir o seu sustento conosco. Foi quando alguns da minha espécie, sem mais opções e com a única intenção de se manterem vivos, passaram a cometer crimes. isso, é claro, desencadeou um ódio por nós entre os humanos, queriam ver todos nós mortos ou fora dali, sem mais forças pra lutar e seguindo o estilo de vida pacífico que sempre tivemos em nosso planeta, um acordo foi oferecido, e aceito por ambas as partes.

Eles nos ofereciam empregos para que, assim como eles, conquistarmos o que queríamos, mentiam para nós dizendo que algum dia chegaríamos em seus cargos, comeríamos o quanto comem e desfrutaríamos dos recursos da terra como eles, se pudéssemos pagar por isso, claro. Os empregos oferecidos eram em sua maioria de coletores de lixo, tratadores de água e esgoto e outras tarefas que nenhum deles queria, sem alternativa aceitamos, e testemunhamos enquanto os outros chegaram. Vimos uma espécies vizinha chegarem e depois, uma outra espécie de tão distante, devem ter enfrentado uma longa viagem até a terra, me pergunto quanto tempo essas espécies passaram sem alimentos. Em alguns poucos anos, nós os estrangeiros ocupávamos boa parte das funções trabalhistas, pois trabalhávamos por menos que eles. Não demorou muito para os humanos começassem a reagir de maneiras mais agressivas possíveis, após algum tempo o acordo foi violado e eles nos expulsaram, alegando que teríamos causado uma crise na economia do planeta, por assumir o maior número de empregos. Inibindo-nos da possibilidade de uma vida descente, tiraram tudo o que tínhamos e nos mandaram embora.
Pin It
Atualizado em: Qua 11 Out 2017
  • Nenhum comentário encontrado

Curtir no Facebook

Autores.com.br
Curitiba - PR
Fone: (41) 3342-5554
WhatsApp whatsapp (41) 99115-5222