person_outline



search

Caçadores de Urso - Um Conto Nórdico

Sonreike já se via na escuridão por tempo demais. Apenas os fogos das chaminés aqueciam os homens, apenas a lua e as estrelas iluminavam o chão. A lua, agente das trevas. As estrelas, mensageiras do Sol. Não se via por todo reino qualquer sinal das belas árvores que enfeitavam os campos e alimentavam os homens de frutas. Como poucos, os pinheiros da Praça Central continuavam verdes e robustos, provendo pinha e beleza a uma visão sem cor e sem vida. O uivo dos lobos para a maldita lua completava a melancolia daquela terra sem luz.

Os ursos brancos eram o maior símbolo da força no mundo dos homens. Os bearjagare, soldados de elite do Rei, provavam a força dos homens derrotando as grandes bestas brancas. Desde a unificação do Reino, os ursos têm sido os únicos inímigos de Sonreike. Mas nesse Solstício, os guerreiros-deuses terão que enfrentar a própria morte encarnada.
Pin It
Atualizado em: Dom 11 Dez 2016

Deixe seu comentário
É preciso estar "logado".

Curtir no Facebook

Autores.com.br
Curitiba - PR

webmaster@number1.com.br

whatsapp  WhatsApp  (41) 99115-5222