person_outline



search

Pequeno gigante

Quando nascemos,recebemos todos os cuidados necessários para que possamos crescer bem.É inegável que a infância é o momento mais doce de nossa vida,onde não precisamos fazer nada ,só brincar,correr,se machucar...É a fase da vida em que chegar em casa sujos,exaustos e todo arranhado,não é sinônimo de falta de cuidados,e sim,apenas ser criança.
A infância é tão efêmera quanto nossa existência,mas vivenciá-la em toda sua plenitude,é entrar num mundo mágico,onde podemos ser o que quisermos:mocinho ou vilão,mágico,professor...O universo de possibilidades é vasto,e quando o mundo real fica chato,fugimos para o nosso mundo paralelo,nosso "quartel general" à prova de julgamentos,onde o limite não existe!
Se pudéssemos voltar no tempo,sem sombra de dúvidas,voltaríamos no tempo em que éramos completos,mas não sabiamos,que tínhamos tudo,mas não davamos valor...Éramos gigantes em um corpo pequeno,todavia detinhamos de uma capacidade enorme de ver alegria,onde só havia breu.
Se minha infância pudesse ser definida em palavras seria:intensidade,agitação,alegria e muita bagunça,torna-se uma tarefa quase impossível mensurar o quão eu fui feliz e aproveitei minha singela e agradável infância.
Infância é fazer tudo sem medo de nada,é ficar feliz quando o amigo está feliz,é estar de bem com seu eu interior,é fazer algo sem nada de diversão,tornar-se a coisa mais feliz do mundo,é simplesmente ser nós mesmos.É também brincar na lama,andar descalços,correr na chuva,e saber que ao fim do dia,teremos um banho quente e a reconfortante  cama,que nos recarregará para o próximo dia de intensas aventuras em busca da felicidade que reside nas coisas simples da vida.
Pin It
Atualizado em: Qua 26 Fev 2020

Deixe seu comentário
É preciso estar "logado".

Curtir no Facebook

Autores.com.br
Curitiba - PR
Fone: (41) 3342-5554
WhatsApp whatsapp (41) 99115-5222