person_outline



search

Balanço D'água

Se o tempo em roda vã girar
E o olhar acender
Que nem fogueira em noite de Sao João
Olhe bem, vem verão
E a chuva logo vem pra leve desaguar
E lavar o sertão, correr na face, dos olhos da amplidão..

As gotas dançam soltas no ar
Um bailar.. em refrão
E a águas banham, correm coração
Já nem posso mais me calar
Virei poeta pra sempre te escrever
O balanço d'água no ar

E se o tempo em gira vã rodar
E Separar eu de você
O mesmo tempo fará palpitar
E a chuva então irá descer
matar a sede dessa terra sem paixão..

... Brotará no céu sertão
Um pé de lua, de estrela e de amor
Os meus olhos verão você
E teus olhos em flor vão me olhar
Vamos dançar, o vale ascender

As gotas dançam soltas no ar
Um bailar.. em refrão
E a águas banham, correm coração
Já nem posso mais me calar
Virei poeta pra sempre escrever
O balanço d'água no ar
O amor da gente que eh tão certo de viver

As gotas dançam soltas no ar
Um bailar.. em refrão
E a águas banham, correm coração
Já nem posso mais me calar
Virei poeta pra sempre escrever
O balanço d'água no ar

Pin It
Atualizado em: Dom 22 Mar 2020

Deixe seu comentário
É preciso estar "logado".

Curtir no Facebook

Autores.com.br
Curitiba - PR
Fone: (41) 3342-5554
WhatsApp whatsapp (41) 99115-5222