person_outline



search

Marido & pai margarina 

Dois velhos conhecidos encontram-se e trocam saberes sobre a vida.
- Agora, há um novo burburinho circulando pela universidade. Ainda sobre o tal Marco, o que andava com os dentes sujos e fedia a suor azedo.
- É mesmo? Dizem que onde há fumaça, há fogo. Ou houve fogo.
- Pois basta um fato emergir do fundo do poço que outros também surgem. Parece que esse Marco levou um colega professor, um homem, para a cama e o fulano descobriu que era apenas para obter vantagens na carreira. Algo como “uma mão lava a outra e as duas...”
- Mas o outro achava que havia amor envolvido? Iludiu-se ou foi iludido?
- Não acredito que houvesse amor. Pelo que ouvi era carnal. Meramente carnal. Mas o outro descobriu que o Marco só o levou para a cama para ter vantagens na carreira docente.
- Ai, ai, ai. Se foi mesmo intencional, o outro deve estar com sede de vingança.
- É o que parece. Por enquanto, ele quer desmontar o papel de marido & pai margarina que esse Marco sempre interpretou convincentemente.
- Mas ele precisa ter algo nas mãos. Só acusações não bastam. Corre o risco de ser processado por difamação.
- Eu tenho para mim que ele tem fotos íntimas desse Marco.
- E você acha que ele enviaria essas fotos para alguém?
- Se ele estiver disposto a derrubar a imagem de marido & pai margarina, pode enviar as fotos à família, por exemplo. E o escândalo seria grande, mas abafado internamente no bom e velho seio familiar.
- E se ele enviar fotos íntimas desse Marco para seus superiores, na universidade?
- Nesse caso, ele prestaria um favor a esses superiores que teriam algo de concreto para instaurar um processo administrativo. Se não terminasse em dispensa, ao menos a arrogância desse Marco estaria arranhada. Pode durar anos, mas a verdade sempre aparece. A desse Marco está surgindo...
Pin It
Atualizado em: Qui 1 Fev 2024

Deixe seu comentário
É preciso estar "logado".

Curtir no Facebook

Autores.com.br
Curitiba - PR

webmaster@number1.com.br